domingo, 28 de dezembro de 2008

Que (des)razões?







Fotos da net, do ataque de Israel à Faixa de Gaza

Não me peçam fé nem esperança,

não me peçam palavras aveludadas,

nem sequer as paredes brancas do Eugénio!

Não me peçam complacência,

porque a vergonha que sinto

cala-me a razão.





4 comentários:

isabel mendes ferreira disse...

sem complacência!


nunca.


com veludo sim. mas MORTÍFERO.




abraço.

LM,paris disse...

Nao sei como là chegar sem esperança.
Nao sei como baixar os olhos, é impossivel, shame.
Beijos, Bom Ano, malgré tout ce qui est ce quoitidien.
Antoine est, était_on si beau garçon, e os verdes anos, une sublime musique do nosso tao querido Paredes.
Pinter um homem de teatro si vertical!
J'adore, j'espère qu'on va le redécouvrir.
Il y a la vie , aussi. beijos,
babélicos...avec toi je le peux, le mélange, jouissif!
LM

observatory disse...

continuamos na mesma

(na matança os filhos da puta sao todos iguais. pobres dos que que nao matam....)

e logo na terra onde deus foi inventado.

a culpa é de "deus"

observatory disse...

zangado?

tenho por ti a maior estima

nao srª

abraço forte

visitantes da babel