quinta-feira, 6 de agosto de 2009

envolta pelo mar







é envolta pelo mar
que me sinto.
informe e sólido
cola-se à pele lambendo
a alma com ondas de sal
o corpo confunde-se com
a água num movimento
de areia acesa de espuma
vão-se os fardos
vêm as barcas
explode o fogo
na girândola lunar
os sentidos misturam-se
na paleta de sons
que a costa murmura
e o cio cresce. sequioso.
é envolta pelo mar
que sou.
mulher.

7 comentários:

gabriela rocha martins disse...

gosto do teu crescer em mar

quando a areia acende

o movimento
do teu corpo/mulher



.
um beijo Angel(ita)

isabel mendes ferreira disse...

o mar sempre foi e será o melhor e mais secreto movimento ou não fosse por ele que um ventre de mulher se ergue dentro da noite para ser dia.


como aqui. como aqui se "a.levanta" o véu prodigioso da metáfora que urge por ser lírica mesmo quando é paixão, sendo que as duas se "casam".


que bom este registo em dias de trazer para dentro o mar que fica lá fora. expectante.



beijo A. que te ergues altiva. para dar.

José Carlos Brandão disse...

Lindo, lindo, lindo!
O mar é um milagre de beleza.
O mar é a poesia.

Beijo.

maria josé quintela disse...

muito bonito ângela.


e mais não digo que ando parca de palavras.


mas deixo-te um beijo.

bettips disse...

Há frases fases
que assustam
como se o mar nos fizesse dar
um mergulho -
"beber um pirolito" como dizíamos pequenas, no Molhe, um banheiro a rir alvar, de braços peludos.
Este de VAGAR da memória é lento e lento se faz todos os dias.
(eu não sou letrada, nem doutorada, nem nada: só sinto! E (geralmente) escrevo o que sinto, embora às vezes tenha vergonha de mostrar tanto sentir).
Por empatia, fico feliz com a felicidade que aqui te vejo. Sem dúvida, pés no norte, somos do sul, dos desertos, das planícies de areia que dá a miragem - árabes expulsos dos arabescos.
Bjinho

antonior disse...

O que de nós é líquido, submete-se ao movimento das marés....

O Mistério Universal é feito de magnetismo e do prazer puro da ignorância.

Voltarei.

Até breve

Ana Paula disse...

Olá, Ângela :)

A música que vais ouvindo é excelente. Assim como a tua poesia, bela como o mar. Sem dúvida.

Beijinhos

Ana Paula

visitantes da babel