segunda-feira, 27 de setembro de 2010

os dias que faltam



caminho de olhos fechados
mãos vazias pés descalços
sem destino nem embaraço
sustentando a cada passo
a liberdade resgatada
em cada gesto
em cada dia
do resto
dos dias
contados.

2 comentários:

maria manuel disse...

caminhamos...

abraço, Ângela.

Ana Oliveira disse...

A caminho de um novo "tudo"...que descerre a pálpebras, encha as mãos de nadas e calce os pés do pó de uma outra estrada...
A liberdade é despojada...

Um beijo

visitantes da babel