quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

gatos e ratos



a gata viu
a presa numa tela
mas com a pata
sentiu a frieza do
objecto. havia
portanto
alguma superfície
que a impedia
de realizar o desejo.
por isso contornou a
mesma tela transpondo
assim no seu saber
a distância que a separava
da presa. porém onde antes
havia imagem, agora apenas
fios e pó.
desceu o móvel
queirosianamente
desconsolado
e enroscou-se em frente
da lareira. (realidade
perigosamente intocável).

adormeceu enfim quentinha
a pensar nos ratos que
nunca caçou.

1 comentário:

onzepalavras disse...

Felinos guardam mistérios, não é?

Obrigada pelo seu comentário e visita no onzepalavras, e principalmente pela sua generosidade com o texto.

Grande beijo, Ana

visitantes da babel