terça-feira, 10 de novembro de 2009

algures


haverá algures no mundo
uma folha que caíu
um coração que parou
uma bala perdida
nos braços de uma criança

ou apenas um pássaro que deixou de voar.

foi o suficiente para que uma lágrima
escorregasse gélida
pelo meu rosto
cansado.

4 comentários:

Isabel disse...

tão íntimamente belo.....

José Carlos Brandão disse...

Essa lágrima chora no meu rosto.
Beijo.

gabriela rocha martins disse...

tantas memórias por apagar

deixo um sorriso
e


.
um beijo

isabel mendes ferreira disse...

ohhhhhhhhhhhhhhhhhh....
ke entrada tao terna.....


beijo A.

visitantes da babel