sexta-feira, 27 de março de 2009

conversa de gajas numa esplanada qualquer, defronte a um rio qualquer

Foto de Jacky Jourdren




Ela1 – Sinto-me um peixe fora d’água há que tempos...
Ela2 – Eu tenho um aquário vazio lá em casa.
Ela1 – Vai gozar a tua tia.
Ela2 – Tadinha, é uma querida. Vai fazer 92 anos.
Ela1 – Porra! Como é que aguentou?
Ela2 – Ó querida, no antigamente dela não havia peixes fora d’água. Os que havia eram mortos à nascença.
Ela1 – Que simplista de merda! Sempre houve, felizmente...
Ela2 – Estava só a querer animar-te, carago!
Ela1 – Então não te faças de burra, que eu não tenho paciência para aturar a burrice dominante.
Ela2 – Até parece que estás a fazer-me concorrência.
Ela1 – Convencida também não (levantando a voz).
Ela2 – Ó pá, assim estás a cortar-me as deixas todas. Foda-se!
Ela1 – Para ti também.
Ela2 – Pronto. Eu baixo as guardas. Esta merda não se aguenta. Tens razão.
Ela1 – Obrigada.
Ela2 – Deixa de ser cínica. Sou eu que estou aqui, não é a gaja que encontras no cabeleireiro.
Ela1 – (Desata às gargalhadas) Agora tiveste piada.
Ela2 – Porra! Estava a ver que hoje não conseguia.
Ela1 – O quê? Estás com prisão de ventre?
Ela2 – (Desata igualmente às gargalhadas) Ok. Estamos quites. Bora lá asneirar um bocado pela rua fora: “duas velhas foram presas pela PSP por desacato e atentado ao pudor”... 1ª página de jornal, amanhã.
Ela1 – Bora.
(Levantam-se e atiram com as cadeiras ao chão. Saem de cena)



9 comentários:

isabel mendes ferreira disse...

IH IH IH



__________CLAP CLAP CLAP.

e o público sai de sorriso solto dando graças ao humor corrosivamente assertivo e dando por bem entregue a ida ao teatro . afinal o enorme "aquário" onde se pode ser Moliére todos os dias. ainda lá estão as cadeiras atiradas ao chão com a crueza do gesto certeiro.


e saio. apago a luz. convido a noite para um chá no deserto. Lá fora espera-nos a realidade outra.

Paulo - Intemporal disse...

e amanheço aqui as gargalhadas da liberdade dos dias, ainda que findos à nascença

e vou

"asneirar um bocado pela rua fora"

e aproveito o vento para o wind surf... há tanto tempo... há tanto agora...

um sorriso num beijo meu

um bom fim de semana.

maria josé quintela disse...

:)))))


é o que tem de bom ter 90 anos. esse estatuto permite atirar com as cadeiras ao chão e sair de cena.


um beijo Ângela.

gabriela rocha martins disse...

e depois vem.me cá dizer que não és uma actriz.......

......brilhante




.
um beijo

observatory disse...

tas a ver?

café duas naçoes e eu ouvir um destes dialogos...

dito entre gargalhadas para eu corar

na verdade....

isabel mendes ferreira disse...

o C a corar?????


ih ih ih...
e saio de cena....mas deixo flores no camarim.


beijo A.



(oh pá detesto ter de escrever as letrinhas ali em baixo...que gaita)

:) mas prontus,,,,eu escrevo...:)

GMV disse...

Ri, também. Porque está do melhor :)

Beijo, Ângela, boa semana.

Ana Paula disse...

:):)

Instantes supremos que convém registar :)

Um beijinho, Ângela!

gabriela rocha martins disse...

apesar ,ou porque Fausto/a releio.te

em gargalhada e

que tudo o mais se f........!
( nã ,nã ,sou uma "menina muito bem comportada" - vês como se articulam as máscaras? )


.
um beijo ,Ângela

visitantes da babel