quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

equívoco

Foto de Delphine Joindeau
quando chegar o tempo
de partir
é porque encontrei enfim
a transparência do fogo
e voltarei a sorrir
de costas viradas ao mundo.


ficará desfeito o equívoco
que foi esta passagem
entre rostos e máscaras.

6 comentários:

José Carlos Brandão disse...

"...encontrei enfim / a transparência do fogo." lindo isso.
E como é lindo teu blog! Muitas vezes para só para admirá-lo - e admirar-me de como consegues tais efeitos visuais.
Um grande abraço.

isabel mendes ferreira disse...

as máscaras sempre se descolam.pode levar tempo mas tempo é persistência. seja para o bem seja para o nem assim.


Bom dia Ângela.

Bandida disse...

"a transparência do fogo"




beijo

alice disse...

não vires as costas aos poemas! as máscaras são inúteis. mais tarde ou mais cedo, o rosto é como o azeite... um grande beijinho.

maria josé quintela disse...

eu espero que encontres a transparência do fogo antes de partires.



as máscaras são de barro.



um beijo Ângela.

Cadinho RoCo disse...

Quando for o momento ele surgirá.
Cadinho RoCo

visitantes da babel